Composteiras verticais usando telas de arame

Saiba melhor como fazemos nossos compostos clicando aqui
Conheça outros modelos de composteiras e sistemas de compostagem
Veja aqui mais fotos e informações sobre a minicentral de compostagem
A minicemtral de compostagem comunitária é uma iniciativa da comissão de educação ambiental da Associação Pró-Bem-Viver Visconde de Mauá, criada por Juan Llerena em 2004.
Contatos e agendamento de visitas, palestras etc.: jmoura@hotmail.com


Abaixo, duas composteiras confeccionadas com tipos diferentes de grade, e ideais para uso em áreas mais limitadas, pois o processo fica contido num cilindro e o composto cresce na vertical, economizando espaço.

Com 3,15 m de tela, faz-se um cilindro com aproximadamente um metro de diâmetro, fechando-o com as próprias pontas de arame. A altura da tela não deve passar 1,50 m, para não dificultar o momento de virar o balde com lixo orgânico dentro do cilindro.

Famílias menores podem usar cilindros com diâmetro menor, e/ou mais baixos.

Desde janeiro de 2013 as operações de compostagem de algumas famílias, restaurantes, lanchonete e padaria estão sendo trazidos para um novo local, onde adotou-se o modelo de composteiro vertical mostrado abaixo à direita, diferente do antigo sistema, de leiras horizontais, praticado por cinco anos na minicentral agora desativada, e mais apropriado para volumes maiores de lixo orgânico e maior número de doadores de seus resíduos.

.

O manejo é muito simples: basta jogar o lixo orgânico dentro do cilindro (apontando mais no centro) e cobrir com palha, folhas etc. Quando estiver cheio (demora), começa-se a encher um outro cilindro, ao lado. Enquanto se enche esse segundo cilindro, o conteúdo do primeiro fica repousando, se decompondo.
Quando o segundo cilindro acabar de encher, o conteúdo do primeiro já estará pronto para ser usado, permitindo que o artefato seja esvaziado e usado para receber uma nova carga de resíduos orgânicos.   E assim sucessivamente...